A COVID-19 aumentou o escrutínio sobre a disparidade de cuidados.

A COVID-19 aumentou o escrutínio sobre a disparidade de cuidados.

É uma adaga no meu coração.”

Entre 60 a 80 pessoas por dia, a maioria delas voluntários, são necessárias para trabalhar na clínica. Uma dessas voluntárias, Dra. Karen Bumb, anestesista aposentada, disse que não há mais nada que ela prefira fazer em seu tempo livre.

No início da pandemia, ela se inscreveu na secretaria estadual de saúde como voluntária, mas seus serviços nunca foram necessários.

Quando soube da clínica de vacinas, ela se ofereceu para ajudar. Ela agora passa pelo menos algum tempo, três dias por semana, na clínica.

“É a coisa mais valiosa que fiz desde que me aposentei”, disse ela. “Nunca estive em nenhum lugar onde as pessoas estivessem tão entusiasmadas por serem espetadas por uma agulha.”

maasalong-oficial.top

Desde o início do mês, quando começou o voluntariado, só ela vacinou cerca de 560 pessoas.

Os últimos 10 meses foram longos para os Freemans, que ficaram em sua maioria confinados em casa, em um esforço para evitar serem infectados pelo coronavírus.

“É deprimente”, disse Freeman, “eu choro quando penso nisso”.

Mas com as suas segundas vacinas agendadas para meados de fevereiro, os Freeman podem começar a pensar em regressar à vida antes da pandemia. A primeira coisa que Raynell disse que faria quando estivesse totalmente vacinada? Retorne pessoalmente à sua amada Igreja Batista Estrela Oriental.

Contate a repórter da IndyStar Shari Rudavsky em shari.rudavsky@indystar.com. Siga-a no Facebook e no Twitter : @srudavsky.

Quando a dor nas costas causada pela ciática se tornou insuportável, Tony Gillespie chamou uma ambulância. Dois anos depois, Gillespie não se lembra dessa dor intensa, mas do tratamento que disse ter recebido como homem negro.

A equipe do pronto-socorro deu-lhe um pouco de morfina que mal atenuava a dor. Enquanto ele se contorcia de agonia, as enfermeiras recusaram-se a aumentar a dose, insinuando que ele poderia ser um viciado, disse ele. Se lhe dessem mais e ele voltasse para casa, poderia ser preso, disseram. Ele achou isso um absurdo porque havia chegado de ambulância. Quando um médico chegou, ele pediu desculpas profusamente, disse Gillespie, e o internou no hospital, onde recebeu medicação para a dor.

A dor dessa experiência não desapareceu. Na verdade, isso apenas o lembrou ainda mais da importância de seu trabalho.

Gillespie é vice-presidente da Indiana Minority Health Coalition – uma carreira dedicada a defender melhores cuidados de saúde para as minorias.

Mesmo assim, e apesar da insistência da mãe, Gillespie decidiu não apresentar queixa.

“Acho que não, porque não queria ter que provar minha dor novamente”, disse Gillespie. “Foi doloroso, constrangedor e humilhante também.”

Tomando uma posição:O que três sistemas hospitalares baseados em Indianápolis farão para combater o racismo como crise de saúde pública

Essa memória voltou à tona no mês passado, quando Gillespie soube da Dra. Susan Moore, uma médica que postou um vídeo no Facebook depois de receber o que descreveu como tratamento racista na Indiana University Health North, onde foi para tratamento de COVID-19. Três semanas depois de postar o vídeo, Moore morreu em um hospital diferente.

Dra. Susan Moore: O que sabemos sobre as alegações de racismo do médico negro no hospital Carmel

E, disseram eles, essas disparidades são abundantes. As crianças negras morrem a uma taxa duas vezes maior que a dos bebés brancos, de acordo com os Centros de Controlo e Prevenção de Doenças . A mortalidade materna das mulheres negras é mais do dobro da taxa das mulheres brancas.

Os adultos negros têm 60% mais probabilidade de serem diagnosticados com diabetes do que os adultos brancos e duas vezes mais probabilidade de morrer da doença, de acordo com o Gabinete Federal de Saúde das Minorias . Um estudo recente descobriu que, embora os pacientes negros tenham maior probabilidade de desenvolver insuficiência renal do que os pacientes brancos, eles têm menos probabilidade de receber um transplante de órgão.

A COVID-19 aumentou o escrutínio sobre a disparidade de cuidados. Uma doença astuta que pode variar de leve a mortal, as infecções por COVID-19 têm 1,4 vezes mais probabilidade de ocorrer em pessoas negras, de acordo com dados do CDC . Pacientes negros com COVID-19 têm 3,7 vezes mais probabilidade de serem hospitalizados para tratamento e 2,8 vezes mais probabilidade de morrer.

As disparidades raciais no cuidado recebem atenção renovada

A morte de Moore ocorreu neste contexto, falando muito para aqueles que trabalharam para reduzir as disparidades na saúde.

Em uma declaração enviada por e-mail, o Dr. Jerome Adams, que serviu como cirurgião-geral do ex-presidente Trump, disse estar “profundamente triste” com a morte dela.

“A pandemia da COVID-19 devastou desproporcionalmente as comunidades negras e destacou as disparidades existentes que têm atormentado o nosso país durante séculos”, disse Adams, que também é ex-comissário de Saúde do Estado de Indiana. "A morte do Dr. Moore é um lembrete preocupante do trabalho contínuo que precisa ser feito em nosso sistema de saúde para garantir que todos recebam cuidados compassivos, científicos e éticos."

Vários factores não biológicos podem contribuir para estas discrepâncias, dizem os especialistas. Os negros têm maior probabilidade de manter empregos essenciais ou de linha de frente, viver em moradias lotadas e ter menos acesso a alimentos saudáveis ​​e cuidados médicos.

Embora estas disparidades não sejam novas, a atual intensidade da atenção que lhes é dada é. A morte de George Floyd sob custódia policial em maio passado , uma tragédia capturada em vídeo, gerou protestos nacionais e aumentou a conscientização sobre as inúmeras maneiras pelas quais as vinhas do racismo se entrelaçam em nossas vidas cotidianas.

Em Junho, a cidade de Indianápolis aprovou uma resolução declarando o racismo uma crise de saúde pública e prometeu desenvolver políticas que promovessem a igualdade racial. Quatro meses depois, os líderes da Eskenazi Health, da Community Health Network e da Indiana University Health emitiram uma declaração semelhante condenando o racismo como uma crise de saúde pública. Os três executivos dos cuidados de saúde comprometeram-se a tomar uma série de medidas para melhorar a equidade nos seus locais de trabalho e nos cuidados que prestam.

As microagressões mais sutis

A morte de Moore poderia nunca ter chegado às manchetes nacionais se não fosse pela Dra. Carmen Brown, uma obstetra-ginecologista americana que agora vive na Austrália.

Brown e Moore pertenciam a um grupo do Facebook de cerca de 3.000 médicas negras, meio no qual Moore detalhou sua batalha contra o COVID-19. Quando outro médico postou que Moore havia falecido, Brown sentiu como se tivesse perdido alguém que conhecia.

Moore era uma médica que sabia defender suas necessidades. Se isso pudesse acontecer com ela, o que isso significaria para aqueles que não tinham essas vantagens, pensou Brown.

“Não creio que nenhum de nós tenha ficado realmente chocado. Acho que estávamos quebrados”, disse Brown ao IndyStar. “Isso quebrou você porque não a protegeu de forma alguma – ela ser médica, ela ser educada.”

Brown disparou uma série de tweets contundentes sobre o caso Moore, concluindo que, embora o COVID-19 tenha sido a causa da morte, “o sistema foi cúmplice de sua morte”. Logo #DrSusanMoore se tornou uma hashtag.

O vídeo que Moore fez em sua cama de hospital, com uma cânula de oxigênio presa ao nariz e a voz rouca, mas segura, ajudou a catapultar a história para o destaque nacional. Assim como vídeos de celulares capturaram assassinatos policiais e outras desigualdades na justiça criminal, o vídeo de Moore mostrou que o racismo pode acontecer com qualquer pessoa, disse o Dr. Woody Myers, o primeiro comissário de saúde negro do estado de Indiana e candidato democrata ao governo em 2020.

“Ela descreveu eloquentemente um tratamento que é muito comum em nosso sistema de saúde…. ", disse Myers. "Nada do que ela disse foi realmente surpreendente, mas ela deu um rosto, um nome, sua voz e sua própria credibilidade como médica a algo que ocorre praticamente todos os dias. Foram as microagressões mais sutis que também foram a grande parte disso. Não foi apenas uma decisão. Foi toda a atitude.”

Após relatos da mídia sobre a morte de Moore, a IU Health convocou um comitê de revisão interno e depois um externo para analisar seu tratamento, bem como cuidados e protocolos mais gerais ao paciente. Os funcionários da IU Health esperam conclusões em breve do comitê de revisão externo, que inclui quatro membros negros, um latino e um membro branco.

Na semana passada, a filial da Grande Indianápolis da NAACP e o Indianapolis Recorder realizaram um fórum público para o qual convidaram para falar a CEO da Eskenazi, Dra. Lisa Harris, o CEO da comunidade e presidente Bryan Mills, e o CEO e presidente da IU Health, Dennis Murphy. Todos os três assinaram o racismo como uma promessa de crise de saúde pública.

Mais de 4.000 pessoas assistiram ao fórum virtual no Zoom e no Facebook, disse o co-moderador Joseph Tucker Edmonds, membro do comitê de educação da NAACP e professor assistente de estudos religiosos e estudos africanos da IUPUI.

Tucker Edmonds disse que a morte de Moore era evitável e reflete como o racismo e a supremacia branca ocorrem rotineiramente.

“Dr. Moore é apenas mais um exemplo da forma como o racismo enquanto crise de saúde pública tem impacto em todas as áreas da vida da comunidade negra”, disse ele, “desde os seus cidadãos mais célebres até aos que estão à margem”.

O CEO e presidente da Indiana University Health, Dennis Murphy, disse que o comportamento racista não seria tolerado em sua instituição. Acrescentou que alguns casos podem ser complexos e todos têm direito a uma avaliação completa das circunstâncias envolventes.

A corrida supera a classe

Moore não foi o primeiro exemplo trágico de como a raça pode superar a classe social até mesmo para os mais ricos e instruídos. Serena Williams e Beyoncé enfrentaram complicações de parto potencialmente fatais, e sua fama e fortuna foram incapazes de protegê-las, disse Rashawn Ray, pesquisador da Brookings Institution.

Adicione à mistura os factores de stress de uma pandemia e as lacunas já presentes provavelmente aumentarão, disse ele. As crises levam as pessoas a confiar menos no treinamento e mais nas respostas instintivas, o que pode resultar no surgimento de preconceitos.

“Quando instituições como a saúde estão sob pressão, em vez de se tornarem mais equitativas, muitas vezes tornam-se mais desiguais”, disse Ray, que também é professor de sociologia na Universidade de Maryland. “Quando ocorrem crises, as pessoas mais marginalizadas são aquelas que recebem menos recursos, menos tempo, menos medicamentos, menos testes. E a situação de Susan Moore destaca isso.”

O painel que analisa o caso de Moore não deve olhar para a sua experiência como um incidente isolado, mas sim ter uma visão mais ampla das diferenças raciais, de classe e de género nos cuidados que os pacientes recebem, disse Ray. O hospital deve começar a recolher dados que lhe permitam avaliar se quaisquer lacunas nos resultados estão a melhorar ao longo do tempo.

Outra parte fundamental do quebra-cabeça reside no aumento do número de médicos e enfermeiros que se parecem com aqueles a quem atendem. Os médicos negros representam cerca de 4% da profissão, enquanto os negros representam cerca de 13% da população.

Não há garantia de que os médicos negros tratarão os pacientes negros melhor do que os brancos, mas empregar profissionais negros, disse Ray, muda a dinâmica do local de trabalho.

“Ter uma representação diversificada interrompe a forma interpessoal como o preconceito compensa”, disse ele. “Se houver um médico negro ou uma enfermeira negra no chão, de repente as pessoas ficarão mais conscientes sobre as decisões que estão tomando em relação aos corpos dos negros.”

Todos os três sistemas hospitalares no fórum NAACP/Recorder se comprometeram a começar a coletar esses dados e publicá-los em seus sites.

São necessários mais do que dados para combater a presença do racismo nos cuidados de saúde, dizem os especialistas. A competência cultural e a formação em preconceitos implícitos podem abrir os olhos dos prestadores para formas como podem estar inadvertidamente a contribuir para o problema, concordam muitos entrevistados para esta história.

Além de ensinar competência cultural àqueles que já exercem profissões de saúde, os cuidados de saúde precisam de fazer um trabalho melhor para garantir que aqueles que ocupam estas posições tenham a compaixão necessária para cuidar de outros de todas as origens, concordam muitos dos que falaram com a IndyStar.

Atitudes toleradas há algumas décadas não são mais aceitáveis ​​e os líderes hospitalares precisam ser proativos ao identificarem um funcionário que não entende isso. Olhando para o futuro, Myers, o antigo comissário estatal da saúde, disse que as escolas médicas devem garantir que aqueles que admitem abraçam a diversidade, tal como olham para as proezas académicas dos candidatos.

Contents

Related Posts

Uncategorized

Classy Pokies Online Casino Australia

Classy Pokies Online Casino Australia At Uptown Pokies Gambling establishment, we offer Aussie bettors a varied gaming collection, from ports table video games to progressive prizes. We’ve made a reputation in the iGaming market by constantly delivering top quality games that collaborate with RNG and generate reasonable outcomes. If you are an Aussie punter looking for a […]

Finance Services

オンラインカジノランキングで時間を節約するためにできる22の非常に簡単なこと

オンラインカジノおすすめランキング 2024年5月 \ 4号機北斗の拳など撤去パチ台で遊べる!/. 賭け条件1倍限定入金不要ボーナス + 日替わりで遊べるフリースピン. オンラインカジノには、完全に運任せのゲームもありますが、自分で勝敗をコントロールできるゲームもあります。Online Caisnos のカジノゲーム攻略法でも紹介しましたが、法則を読んでいくと勝つ確率が増やすくなると言われています。オンラインカジノのゲームの研究では数学や統計学を使って勝率を増やしたり、物理学的な知見を用いて、ルーレットで出る目を高い精度で予測することも可能と言われています!さらに、スポーツの試合結果を当てるスポーツベットは、もはや賭け事というよりも投資という方も多くありません。. しかし、還元率RTPが96~98%という事は、長期的にみるとオンラインカジノ運営側に2~4%の利益が出る仕様とも言えるのです。. 一方、オンラインカジノは自宅やスキマ時間に、サクッとカジノゲームをプレイしたい方におすすめですね。. 入金不要ボーナスや入金ボーナスは、オンラインカジノをこれから始めようとしている方にとっては非常に嬉しいですよね🎉. 1%〜1%ほどで設定されていることがほとんどです。. カジノシークレットは、日本のプレイヤーにとって1番のオンラインカジノであることを目標にしています。. 内容に問題が無ければ「次へ」を押してください。. 詳しくはこちら:オンラインカジノの勝つための攻略法を解説. ナショナルカジノにはナショナルカジノ 入金不要ボーナスや入金ボーナスがないので、ナショナルカジノ ボーナスコードも当然ありません。しかし遊べば遊ぶほどもらえる賞金と交換できるCP(コンプポイント)。そして前述したトーナメントで上位に入賞すれば、ナショナルカジノ ボーナスももらえます。なので、どの会社のどんなスロットが禁止に指定されているかを、必ず確認をしておかないといけません。👀. 日本でカジノオンラインはグレーゾーンという扱いになっています。日本では法律でギャンブルが禁止されています。これは日本で賭博罪が制定されているからであり、もしもギャンブルが発覚した場合、プレイヤーと胴元の両方が違法行為として逮捕されます。この賭博罪があるため、日本 の オンライン カジノも違法という扱いになります。しかし、オンラインカジノについては日本国外から合法的にサービスを提供しています。そのため、日本の法律を適用することができず、胴元であるオンラインカジノを逮捕することができないのです。胴元を逮捕できないのであれば、日本国内のユーザーのみを処罰の対象にするのはおかしいですよね。このようにオンラインカジノは日本の法律で裁くことができないため、ギャンブルであっても日本国内では黙認されるというグレーゾーンになっているのです。これにより日本からオンラインカジノを利用したとしても違法行為として逮捕されるようなことはありません。. 特にスポーツベットでは、どのサイトよりも高いオッズを提供しています。メジャースポーツからeスポーツのようなニッチなスポーツまで幅広くベットできるのがベットランクの魅力です。. 関連記事 スポーツベットアイオーは、 といった特徴を持つ、ハイスペックな仮想通貨系ブックメーカーです。 このページでは、そんなスポーツベットアイオーの、 について、それぞれ詳しく解説していきます。 スポーツベッ. 1の人気を持つオンラインカジノとして、2022年に日本市場に参入しました。その最大の特徴は、全てのボーナスに賭け条件が一切無いということ。この革新的な取り組みは、プレイヤーからの高い評価を受けています。入金不要のフリースピンボーナスやキャッシュバックなど、様々な特典がありますが、それらに一切の隠れた条件がないのは大きな魅力と言えるでしょう。. オンラインカジノに関連するサービスの摘発が増えている事から、国内のオンカジへの取り締まりが強まっている点が伺えるでしょう。. wbslabo Flykkの登録は数分ですみます。登録の順番は下記を参考にしてください。. 入金ボーナス・入金不要ボーナスが豊富で、1番おすすめのオンカジはコニベットです。. カジノシークレットは、日本代表でフランス一部リーグ. Auかんたん決済 このボーナスで遊ぶには、先にアカウント設定から携帯電話認証を済ませておく必要があります。. リニューアルによってボーナスもパワーアップした最新クイーンカジノに目が離せません!. つまり、そのボーナスを使って賞金が出た際は、そのまま出金もできるリアルマネーになっちゃうという大盤振る舞いボーナス!. 最短で当日中、最大3日~5日で無料ボーナスは獲得できます。KYC必須のため. なお、オンラインカジノはランドカジノと同様、ハウスエッジカジノの利益率を設定しています。長い目で見ると業者側が儲かるようになっているのですが、短期的にプレイヤーが大きく勝つことも珍しくないので、一度挑戦してみましょう!. コンクエスタドールはボンズカジノやテッドベットの姉妹サイトです。サイトの仕様が似ているので、ボンズカジノやテッドベットをすでに使用したことがある方なら使いやすいこと間違いなしです。. 注目のキーワード また、9段階に分かれたVIPプログラムは、プレイヤーの忠誠心を高め、リベート率の増加や特別ボーナスの提供を通じて、より良いプレイ体験を提供します。. ※ 登録時に必ずプロモコード【 BESTBETJOY 】の入力を忘れずに!. 仮想通貨での出金に対応しているオンラインカジノも多くあります。. <おすすめポイント>ボンズカジノは、そのユニークなファミコン風の8ビットグラフィックデザインと、新規ユーザーに対する高額のウェルカムボーナスやリベート、キャッシュバック、トーナメントなどの魅力的なイベントで知られています。業界トップクラスのボーナスやプロモーションが特徴で、初心者から経験者まで幅広いプレイヤーに支持されています。新規登録者には「入金不要ボーナス5000円」が提供され、実際に資金を入金することなくゲームを体験できる点も大きな魅力です。初回入金時には「最大200,000円のボーナスと200回のフリースピン」が付与され、ユーザーはさまざまなゲームをより長く、より楽しくプレイすることが可能です。さらに、入出金方法も多岐にわたり、クレジットカードや電子決済、仮想通貨も利用可能で、柔軟な金融取引が魅力の一つです。カスタマーサポートも充実しており、問題が発生した際には迅速に対応してくれるため、安心して利用できます。多様なゲーム選択、迅速なサポート、魅力的なボーナスにより、多くのプレイヤーから支持を受けているオンラインカジノです。. 次に、「アカウントの開設」ボタンを押せば、ベラジョンカジノの新規登録は完了です。. 見やすくて好きなのでよく見させてもらってます。こちらのページで良いのかわかりませんが、突然の質問で申し訳ありません。10betの登録ボーナス貰って100ドルプラスになったので、一旦引き出しをしたいと思ってますが、うまくいきません。ご教授頂ければ幸いです。. Fa play[…]